sábado, 15 de julho de 2017

15 de julho - Dia Nacional do Homem


     No Dia Nacional do Homem o Portal dos Médicos aproveita para falar da saúde, já que a maioria a negligencia. Pesquisas do Ministério da Saúde mostram que, no Brasil, a cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens e quando comparado com as mulheres, o tempo de vida dos homens é 7,6 anos menor.
    Apesar de se fazerem de fortes, os homens são muito mais frágeis que as mulheres, no que tange à saúde e para amenizar essa situação foi criada a Política Nacional de Saúde do Homem, que envolve todas as secretarias municipais e estaduais de Saúde, convocando as pessoas do sexo masculino para a prevenção, evitando complicações que podem comprometer a qualidade de vida.
     A Política Nacional de Saúde do Ministério da Saúde visa atender homens de 20 a 59 anos de idade, o que correspondem a 41,3 % da população masculina ou 20% do total da população, totalizando 2,5 milhões de brasileiros. Um trabalho hercúleo, que não conta com a colaboração nem o interesse dos beneficiários.
     As doenças isquêmicas do coração, como o infarto do miocárdio, seguida das moléstias cardiovasculares (como o Acidente Vascular Cerebral, o AVC), outras doenças cardíacas, pneumonia, cirrose e diabetes estão entre as principais causas de mortes do sexo masculino.
    A maioria são doenças que dependem muito de prevenção, como a aterosclerose (gordura das artérias), a pressão alta, a obesidade e o diabetes. Além disso, as doenças crônicas do pulmão, principalmente as ligadas ao tabagismo, também são importantes, pois acometem os homens em idade produtiva.
     E, para completar, o Câncer de próstata, que mata 8,2 milhões de pessoas anualmente no mundo e cerca de 200 mil no Brasil. Estimativas do Instituto Nacional de Câncer são de que surjam 61.200 novos casos de câncer de próstata todos os anos no País e que 1 em cada grupo de 7 homens será diagnosticado com câncer de próstata durante a vida. Essa doença é a terceira principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão e o câncer colorretal; uma doença grave, mas que se diagnosticada precocemente pode ser curada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário